22.8.06

Tua fotografia
é nuvem entrecortada de sangue.

Tua foto
Grafei-a em meu corpo.

Minha veia pulsando na cerca de arame
procura teu rosto.

Sem comentários: