10.10.07

poeminha de um verso só

não quernão quispontosnosfins


o cálicecaiu

1 comentário:

Caruco disse...

Dispostas assim, Renalide, as palavras deste poeminnha, lembram a geometria de um cálice sem pé... Cuidado, se cair é capaz de quebrar, aí as palavras se nivelam no chão e vira um poeminha de um verso só.